A LÍNGUA MATERNA DIANTE DA ESTRUTURAÇÃO HUMANA SOCIAL E PSÍQUICA DA CRIANÇA SURDA

Qual o significado da palavra “materna”?
Qual o significado da maternidade na estruturação humana da criança? Os aspectos da linguagem, da afetividade e da subjetividade humana?
Quais os princípios que envolvem a linguagem e a afetividade diante da maternidade?
O que é e o que representa a maternidade na vida de uma criança surda?
E diante das questões da maternidade, o que de fato vem a ser “língua materna”?
Quais as perspectivas da “língua materna” na estruturação do sujeito surdo?
Quais os princípios que envolvem a Libras para se definir que esta é a língua materna dos surdos?
Quem é o sujeito surdo?
Para se responder estas questões temos a consciência que apenas a leitura deste livro não é suficiente. Embora tenhamos compelido vários autores e discussões com linguístas, restam ainda muitos aspectos a serem abordados e aprofundados, dentre eles, as questões teóricas e subjetivas para a aquisição da língua.

Para ler o artigo completo clique aqui.